Fuçando no orkut alheio

Do mesmo modo que a tecnologia acaba com muitos empregos, acaba criando outros novos, em novas áreas (provavelmente não na mesma quantidade, tenho de admitir).

Um bom exemplo é a explosão de vendas de celulares no mundo, que gerou um sem-número de atividades relacionadas, que vão desde a venda de capinhas até o desenvolvimento de jogos e aplicativos, passando pela produção de conteúdo.

Na internet ocorre o mesmo: é fato que sites de relacionamento são um sucesso (aqui no Brasil, leia-se orkut). Então já começaram a surgir sites brasileiros para facilitar ou incrementar a vida do "orkuteiro".

Destaco três em especial: O Curioso (com sua versão feminia A Curiosa), Te Fucei e Pérolas do orkut.

Os dois primeiros permitem analisar e acompanhar recados que as pessoas mandam, recebem, atualizações nos perfis, tópicos em comunidades, tudo de forma simples e, mais importante, anônima!

Para quem adora xeretar a vida alheia ou quer controlar os passos do(a) companheiro(a) na internet, é um prato cheio! Creio que devem contabilizar vários namoros rompidos em suas estatísticas.....

O terceiro faz uma coletânea de fotos, posts e perfis engraçados, curiosos, estranhos, enfim, pérolas que acabavam sendo eternizadas, porém de uma forma amadora, anteriormente.

O site organizou a coisa, dividiu em categorias e ainda fez um esquema de pontuação. Claro, se o "dono" não gostar de se ver por lá, pode pedir que o site tira do ar. Será que há alguma foto sua?

Muita gente não gostou de ter sua intimidade vasculhada desse jeito, entretanto essas pessoas têm de admitir que foram elas mesmas que publicaram tudo e deixaram ao acesso de todos. Aceitaram as regras, agora não reclamem se alguma ferramenta deixou o trabalho mais fácil.

Não existe essa de "eu deixo" ou "não deixo você fuçar no meu orkut". Se as informações são públicas, são públicas e ponto. Não gostou, mude de site ou reclame com quem o mantém.

Comentários

Postagens mais visitadas