Como lidar com um terabyte de espaço em disco?

Por muito tempo meu HD de 20Gb foi suficiente para mim. Mesmo quando eu brinquei com Linux e instalei dois sistemas operacionais, sobrava espaço. Aí vieram os MP3, as fotos e o espaço ficou pequeno.
Com 40Gb (e passando músicas para CD, de vez em quando), deu pra levar até o momento em que comprei um gravador de DVD. Foi então que senti o que era falta de espaço: algumas operações consumiam até 10Gb no processo; realmente, muita coisa pra mim.

Enquanto isso, os HDs foram mudando de formato (IDE para SATA), aumentando a capacidade e diminuindo o preço. 80Gb é o mínimo encontrado. 120 e 160 são comuns e já vi PCs, isto é, não servidores, com quatro discos de 500Gb.

Isso é muito bom, entretanto questões começaram a vir à tona:
- Como organizar e encontrar facilmente aqueles arquivinhos pequenos, imagens, docs, textos, que não chegam a 1Mb?
- Como resistir à tentação de salvar tudo que aparecer pela frente e como não ficar perdido e achar informação realmente útil entre tantos arquivos inúteis?
- Como tornar os backups tão fáceis que as pessoas façam e não percam seus arquivos?

Imagine um armário gigante, dentro do qual você guardará tudo, desde tranqueiras, objetos antigos até as jóias da família. Ou você fica neurótico tentando organizar tantos objetos ou nunca mais encontrará o que precisa no meio de tanta tralha. Com o PC acontecerá a mesma coisa.

Acredito que os sistemas operacionais deverão mudar completamente a forma como armazenamos os arquivos (chega daquilo de pastas, sub-pastas, hierarquias etc) e, principalmente, como encontramos o que queremos. Programas como Copernic Desktop e Google Desktop Search são exemplos de por onde devemos ir.

Quanto aos backups, eles precisam ser espertos o suficiente pra saber o que precisa ser salvo e/ou precisaremos ter espaço suficiente para salvar tudo. A maioria dos programas que existem, atualmente, dependem de muitas configurações do usuário e de que ele respeite determinadas "normas", como salvar os arquivos em determinados locais. Ótimos backups precisam ser transparentes ao usuário e fáceis de usar quando precisarmos recuperar informações. O Time Machine do Leopard OS (Mac) parece ir por esse caminho.

Até lá, viveremos entre os extremos da obsessão por organização e o caos total nos nossos "hard disks".

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas