Agendando as tarefas

Se tem algo que me deixa feliz na minha área profissional é conseguir automatizar uma tarefa repetitiva e que não exija raciocínio.
Acho que as máquinas são feitas pra isso: pra fazer o chamado "serviço de preso". O ideal é deixar as tarefas maçantes para o PC e liberar meu tempo para atividades que realmente necessitem de uma cabeça pensante.
Rotinas de backups, atualizações de sites, tudo o que acontece sempre eu puder programar para agir sozinho, assim prefiro.
Claro, scripts são como filhos: você ensina a eles o que precisam, deixa-os livres, mas tem sempre que ficar de olho pra ver se estão se comportando bem. Afinal, toda regra tem várias exceções e saber lidar com elas é o mais complicado.
Queria poder automatizar várias tarefas pessoais no meu mundo também, estilo Jetsons ou Walace e Gromit, entende?
Queria, ao entrar no carro, que o rádio ligasse, o cinto me prendesse e que os vidros abrissem, sem minha intevenção. E quando eu chegasse em casa, o portão abrisse sozinho e as cadelas fossem arrastadas atraídas para os fundos da casa, para não escaparem.
Minha vida é cheia de tarefas rotineiras, que quase não exigem raciocínio na execução (sempre os mesmos passos) e poderiam ser facilmente descritas em um algoritmo, mas a grande maioria não é passível de automatização, infelizmente.

Comentários

Postagens mais visitadas